Arquivo da tag: segurança do trabalho

Como prevenir as Doenças Ocupacionais

Podemos definir doenças ocupacionais como variações que ocorrem na saúde do trabalhador, causadas por fatores relacionados ao trabalho. Muitas vezes essas doenças se manifestam devido à exposição inadequada a agentes químicos, radioativos e/ou às más condições oferecidas no ambiente laboral.

Continue lendo

Portarias alteram Normas Regulamentadoras 6, 9 e 20

Três portarias que trazem alterações às Normas Regulamentadoras (NR) 6, 9 e 20 foram assinadas pelo Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira de Oliveira, e publicadas no dia 7 de julho, na seção 1 do Diário Oficial da União.
Continue lendo

CIPA

Membro da CIPA – O que fazer?

 O que é CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes)?

Como o próprio nome diz, a CIPA tem como objetivo a prevenção de acidentes, mas além da prevenção de acidentes, a CIPA também tem como objetivo a prevenção de doenças decorrentes do trabalho.

Ou seja, é uma comissão que deve cuidar dos empregados de uma empresa, cuidar da saúde dos empregados analisando as condições do ambiente de trabalho e solicitando medidas para reduzir ou eliminar os riscos existentes.

Se houver algum acidente na empresa ou se algum empregado adquirir uma doença do trabalho, a comissão deve solicitar medidas para prevenir outros acidentes ou outras doenças e também deve orientar os demais trabalhadores quanto às medidas de prevenção.

Obrigatoriedade:

Toda empresa que possuir 20 empregados ou mais deve constituir a CIPA.

Composição

A CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de uma empresa é formada por representantes, titular e suplente, que serão escolhidos pela empresa e representantes, titular e suplente, que serão eleitos pelos empregados.

Os eleitos terão mandato de um ano, sendo permitida apenas uma reeleição.

O representante designado pela empresa será o presidente da CIPA e o representante eleito pelos empregados será o vice presidente.

Garantias ao Membro da CIPA

As condições de trabalho dos membros da CIPA devem ser mantidas, sendo vedada qualquer alteração no contrato de trabalho sem que o empregado concorde.

É vedada a dispensa arbitrária ou sem justa causa do empregado (representante dos empregados) eleito para o cargo de direção da CIPA desde o registro de sua candidatura até um ano após o final do mandato.

Estabilidade

A lei garante a estabilidade para o empregado desde a sua candidatura até um ano após o final do mandato e não fala sobre indenização substitutiva.

Ou seja, a empresa não pode dispensar o empregado pagando indenização pelo período que faltava para terminar a estabilidade.  A lei não dá esta prerrogativa ao empregador.

Fonte.: Jusbrasil