Arquivo mensais:agosto 2017

Dicas para manter a saúde ocular no trabalho

Dicas para manter a saúde ocular no trabalho

O ambiente de trabalho pode ser propício para acarretar tensões oculares, dores de cabeça, incômodos e vermelhidão nos olhos causados pela falta de cuidados e do uso decorrente dos computadores. Com a prevenção adequada, é possível eliminar consideravelmente os problemas oculares. Acompanhe as dicas e veja como atitudes simples podem contribuir muito para sua qualidade de vida.

1 – Limpe sempre o seu monitor. O acumulo de sujeira e pó na tela exige mais esforço dos olhos.

2 – Posicione a tela do computador contra a direção da luz para evitar reflexos.

3 – O uso de lubrificantes oculares, especialmente em ambientes com ar condicionado auxilia na hidratação ocular.

4 – Pisque sempre. Quando ficamos em frente à tela do computador, tendemos a diminuir a quantidade de piscadas, o que pode deixar os olhos vermelhos, já que ao piscar, produzimos naturalmente a hidratação.

5 – A distância ideal entre o olho e a tela do computador deve ser de 50 cm a 65 cm. Atente-se a isso.

6 – Faça pequenas pausas ao longo do dia, cerca de um terço da lubrificação dos olhos são reduzidos com o uso constante das telas.

 

4 Dicas para a proteção dos olhos no trabalho

 Utilize EPIs

A utilização de equipamentos de proteção individual é fundamental para proteger os trabalhadores dos riscos capazes de ameaçar sua saúde e segurança. Quem atua em ambientes profissionais que oferecem risco de prejuízo ocular deve utilizar óculos de proteção, um dispositivo que pode ser encontrado em diferentes modelos, de acordo com o tipo de risco.

Os óculos de proteção mais comuns são:

– Óculos de proteção contra impactos;

– Óculos contra luminosidade intensa;

– Óculos de proteção contra radiação ultravioleta ou infravermelha.

Certifique-se que está usando o EPI corretamente

Para que os óculos de segurança realmente ofereçam a proteção adequada para o trabalhador, é imprescindível que o dispositivo seja utilizado de maneira correta. Por isso, sempre se certifique de que o equipamento esteja perfeitamente ajustado ao rosto, com as hastes firmes e bom estado de conservação geral.

Ajuste os óculos ao usuário

Para profissionais que possuem algum problema ou limitações na visão, como miopia ou hipermetropia, é indicada a confecção de óculos de segurança com grau, que são modelos especiais e personalizados para o usuário. Mas é importante que as lentes destes óculos de proteção sejam receitadas por um oftalmologista, uma vez que a utilização de grau errado pode prejudicar a visão e o trabalho do usuário.

Atenção ao uso de computador

Trabalhar em frente ao computador também pode causar danos oculares, por mais que não exista risco de acidentes. Olhos irritados, visão embaçada, olhos secos, sensação de areia nos olhos e visão cansada são alguns sinais de alerta. Para que isso não aconteça, o ideal é fazer pausas de dez minutos a cada hora de trabalho em frente ao computador.

 

Fonte: Blog Óculos (http://oculos.blog.br), Tuiuti (http://www.epi-tuiuti.com.br/blog/dia-da-saude-ocular-confira-4-dicas-para-protecao-dos-olhos-ambiente-de-trabalho/) e Ópticas Estilo (http://opticasestilo.com.br/tendencias/saude/6-dicas-para-manter-a-saude-ocular-no-trabalho/1/).

Certas profissões podem aumentar o risco de artrite reumatoide

Certas profissões podem aumentar o risco de artrite reumatoide

Cientistas se surpreendem com a forte relação entre alguns tipos de trabalho e essa doença das articulações. E não faltam hipóteses por trás da descoberta

Mãos, punhos, cotovelos, ombros, joelhos e até os pés podem ser afetados em casos de artrite reumatoide.

Um estudo recém-publicado joga luz sobre a influência do ambiente de trabalho na prevalência de artrite reumatoide. Para ser mais específico, a exposição prolongada a certos agentes tóxicos culminaria em um maior risco de sofrer com essa doença, marcada pelo ataque das células de defesa às articulações, o que provoca dores, deformidades e limitação de movimentos.

Os pesquisadores do Instituto Karolinska, na Suécia, avaliaram os registros profissionais de 3 522 pessoas diagnosticadas com esse problema. E, aí, compararam essas informações com as de 5 580 indivíduos livres dele. Tabagismo, excesso de peso, consumo de bebidas alcoólicas e outros fatores de risco foram incluídos na análise para evitar uma interferência nos resultados, que foram coletados ao longo de quase 20 anos (entre 1996 e 2014).

Na ala masculina, boa parte dos voluntários com artrite reumatoide ocupava posições relacionadas à indústria manufatureira. Eletricistas, eletrotécnicos e ajudantes gerais foram considerados duas vezes mais propensos ao problema em comparação a quem atuava nos setores administrativo, técnico e profissional. Trabalhar em construções triplicaria o risco. Por quê? Acredita-se que a superexposição a compostos tóxicos como sílica, amianto, solventes orgânicos e subprodutos de motores tenha um papel importante aí.

Curiosamente, esses cargos não foram vistos como uma ameaça entre o sexo feminino. De acordo com os responsáveis pelo estudo, porém, o baixo número de mulheres nesses setores torna a conclusão pouco confiável. Entre elas, uma das piores profissões seria a de auxiliar de enfermagem. As razões por trás dessa conexão ainda são um mistério.

Novas pesquisas devem ser feitas para confirmar o achado. No entanto, a reumatologista Anna Ilar, umas das autoras do trabalho, reforça a relevância de suas conclusões. “É importante que empregados e empregadores invistam em iniciativas que ajudam a prevenir a artrite reumatoide”, disse a especialista, em comunicado à imprensa.

 

Fonte: Revista Saúde (http://saude.abril.com.br/medicina/certas-profissoes-podem-aumentar-o-risco-de-artrite-reumatoide/)

Dia do Cardiologista // 14 de Agosto

O Dia do Cardiologista remete aos cuidados necessários e indispensáveis para a saúde do coração e prevenção de possíveis doenças cardiovasculares. A data é marcada desde 2007 e foi escolhida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, para que a população lembre sempre da importância da atuação desse profissional.

Veja 14 dicas de cuidados com o seu coração:

Continue lendo

Como prevenir as Doenças Ocupacionais

Podemos definir doenças ocupacionais como variações que ocorrem na saúde do trabalhador, causadas por fatores relacionados ao trabalho. Muitas vezes essas doenças se manifestam devido à exposição inadequada a agentes químicos, radioativos e/ou às más condições oferecidas no ambiente laboral.

Continue lendo

Dia Nacional de Combate ao Colesterol // 08 de Agosto

O colesterol é um tipo de gordura presente nas células, fundamental para o bom funcionamento do organismo. No entanto, ter os níveis de colesterol total alto no sangue aumenta o risco de doenças cardiovasculares e, por isso, é importante que seus valores estejam equilibrados, o que pode ser conseguido com uma dieta pobre em gorduras e a prática regular de exercícios físicos.

Continue lendo

eSocial libera ambiente de testes para todas as empresas do país

Imagem: portal.esocial.gov.br

Etapa tem como objetivo preparar o setor produtivo para o início da obrigatoriedade do sistema em 2018.

O eSocial disponibiliza, a partir desta terça-feira (1°), o acesso ao ambiente de testes da plataforma para todas as empresas do país.

Continue lendo

Portarias alteram Normas Regulamentadoras 6, 9 e 20

Três portarias que trazem alterações às Normas Regulamentadoras (NR) 6, 9 e 20 foram assinadas pelo Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira de Oliveira, e publicadas no dia 7 de julho, na seção 1 do Diário Oficial da União.
Continue lendo